Páginas

O fator Felicidade

Semana passada, aconteceu um evento em promovido pela Fisher-Price em Nova York que marcou a divulgação do estudo inédito Esperanças e Desejos das Mães (no original, Mom's Hopes & Wishes) e reuniu especialistas internacionais em desenvolvimento da primeira infância, incluindo a mãe, filantropa e cantora Shakira. 
O estudo, conduzido pelo centro de pesquisa Illuminas Global, estudou os principais desejos das mães e como elas lidam com o desenvolvimento da primeira infância. Foram entrevistadas 3.500 novas e futuras mamães, em sete países(Brasil, China, México, Rússia, França, Reino Unido e Estados Unidos.)
Sobre a pesquisa e suas principais conclusões
O estudo ‘Esperanças e Desejos das Mães’ foi realizado durante um período de quatro semanas, entre fevereiro e março de 2015, através de vários grupos socioeconômicos. Participaram mais de 3.500 mães com idades entre 21 e 40 anos.  

Cinquenta por cento das participantes eram grávidas em sua primeira gestação. As demais eram mães de apenas uma única criança com idade entre zero e 18 meses.

Mães ao redor do mundo diferem-se significantemente entre si quando se trata de quando o desenvolvimento do seu filho começa de fato. No entanto, todas concordam que o mais importante para o desenvolvimento é o amor 
 Veja mais sobre a pesquisa
Otimismo sobre o futuro brilhante do bebê
Quando perguntadas sobre as oportunidades que os seus filhos terão comparadas com as oportunidades que elas mesmas tiveram, as mães de cinco dos sete países sentem que seus filhos terão uma vida melhor, sendo mais de 80% desse índice registrado na China, México e Rússia. O que faz com que a mãe se sinta otimista ao criar um bebê? O acesso à educação foi a resposta número um em todos os países, ficando acima até mesmo de segurança, água potável, plano de saúde e a da capacidade de sustento
 O primeiro e melhor professor
Todos os países têm ampla concordância de que a relação dos pais com o bebê é o principal alicerce para o desenvolvimento saudável. No entanto, foram o Brasil e a China que mais concordaram com a afirmação: "Meu filho pode aprender mais através de interações comigo”.



 O poder da brincadeira
O estudo revelou que as mães estão totalmente dispostas a brincar com o seu filho. Uma das afirmações mais votadas foi a de que “Brincar é a forma como as crianças aprendem mais naturalmente”.


Deixe as crianças serem crianças
Cerca de metade das mães entrevistadas sentem que é importante estimular as crianças para que elas atinjam seu potencial pleno e para alcançarem metas de forma rápida e à frente dos outros. Isto foi especialmente evidente no Brasil e no México, seguido pela China. Mas independentemente das suas diferentes visões no seu papel como mães, todas concordaram que o mais importante é ter em mente que para o desenvolvimento saudável é preciso deixar as crianças serem crianças.









veja a Entrevista de Mariana Belém e Shakira

E amei esta entrevista de Mariana Belém com a Escritora Martha Debayle




Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© BL Design - 2014/2017. Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianca Layouts ♥ EXCLUSIVO! ♥ .
Tecnologia do Blogger .
imagem-logo